Você sabe quanto de açúcar o seu filho pode consumir por dia?

gummibar-1089980

A Associação Americana do Coração recomenda que crianças a partir de dois anos e adolescentes de até 18 devem consumir, no máximo, 25 gramas de açúcar por dia. Quantidade que corresponde a seis colheres de chá.

Além disso, segundo a Associação, crianças com menos de dois anos NÃO DEVEM consumir açúcar!

É importante entender que a orientação diz respeito ao açúcar que está adicionado artificialmente em alimentos como achocolatados, bolos, balas, sucos industrializados e afins. Os açucares de frutas, leite e verduras são liberados.

A  professora da Escola de Medicina da Universidade Emory, em Atlanta, Miriam Vos, destaca que as crianças habituadas a consumir alimentos com alto índice de açúcar tendem a se alimentar de forma errada no futuro e consumir menos alimentos saudáveis, como frutas, vegetais e grãos integrais.

O consumo exagerado de açúcar na infância e adolescência aumenta os riscos de desenvolvimento de doenças como a obesidade a hipertensão e diabetes na fase adulta.

Leia Mais

A famosa “técnica do casulo” é um risco para o seu bebê

a-gestante-blog

A super popular técnica de enrolar o bebê (casulo) para acalmá-lo se tornou uma super vilã.

Segundo um estudo da Universidade de Bristol, no Reino Unido, publicado no Pediatrics, um famoso periódico médico, a técnica pode aumentar o risco da temida Síndrome da Morte Súbita Infantil. Ainda de acordo com o estudo a técnica é ainda mais prejudicial se utilizada após os 6 meses de vida do bebê.

A análise dos pesquisadores teve como base cerca de 283 artigos e chegou a conclusão de que o hábito de enrolar os bebês em uma manta com o objetivo de imitar o útero e acalmá-los, aumenta em duas vezes o risco de morte súbita, principalmente quando as crianças são colocadas para dormir de bruços ou de lado, práticas que são rigorosamente desaconselhadas pelos médicos.

O perigo é maior para crianças com mais de 6 meses pois nessa idade a probabilidade de que elas rolem é maior, levando as crianças a posições que não são seguras caso elas estejam enroladas.

Segundo os pesquisadores a técnica aumenta os riscos de hipermetria e infecções respiratórias.

A recomendação é de que até os 2 anos de idade as crianças devem ser agasalhadas apenas com roupas, sem mantas, nem cobertores. Além disso, o berço deve ficar livre de protetores e bichos de pelúcia e os recém-nascidos devem ser colocados sempre de barriga para cima.

 

Leia Mais

Zika Vírus é encontrado em bebês com microcefalia

microcefalia1-blog-gestante

O Ministério da Saúde confirmou nesta semana que foram encontrados no líquido amniótico de duas gestantes da Paraíba, o Zika vírus. Os bebês dessas duas gestantes apresentam microcefalia e essa é a principal hipótese para o grande aumento de casos da doença na Região Nordeste do país.

Até o momento, foram registrados cerca 399 casos nos estados de Sergipe, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Piauí, Paraíba, Bahia e Ceará.

Só em Pernambuco já são 268 casos registrados, quando a média era de dez casos por ano.

A relação entre o Zika vírus (transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, mesmo transmissor da dengue) e a microcefalia é inédita no mundo e até o momento não consta na literatura científica mundial.

O ministério da saúde já enviou orientações para as secretarias estaduais de saúde de todo o país sobre notificação, vigilância e assistência às gestantes.

Mas o que é microcefalia?

Caracterizada por uma malformação cerebral, que faz com que o crânio não se desenvolva de forma normal e não tem cura​. As causas tem diversas origens, como drogas consumidas pelas gestantes e agentes biológicos (bactérias, vírus e radiação)

Leia Mais

Post de mãe viraliza, após bebê quase morrer por pegar herpes ao ser beijada

Claire Henderson fez um apelo no seu perfil no Facebook pedindo que sua postagem fosse compartilhada pelo maior número de pessoas possível, com o intuito de alertar os pais ao redor do mundo sobre uma prática comum, o beijinho nos bebês.

bebe-herpes-beijo

A filha de Claire contraiu herpes labial ao ser beijada na boca. Assim que começaram o surgimento de bolhas nos lábios e bochecha, os pais da menininha  procuraram ajuda médica e a garotinha ficou cinco dias internada para tratamento. O vírus da herpes é potencialmente fatal para crianças com menos de três meses de idade, pois os bebês ainda não adquiriram imunidade contra certas doenças.

O herpes do recém-nascido é considerado uma infecção grave que pode causar danos permanentes no cérebro, fígado e pulmões, podendo levar à morte e é caracterizada pelo surgimento de pequenas bolhas na região da boca, que formam feridas. Os principais sintomas são dor, coceira, ardência e vermelhidão.

O contágio se dá pelo contato com a lesão, por meio de beijo, ou de objetos infectados.

Por isso a dica é: Não beije os bebês na boca, lave as mãos ao chegar da rua e lave bem e de preferência esterilize os objetos que terão contato com o bebê nos primeiros meses de vida.

 

Leia Mais

Pai escreve carta endereçada a vizinho que o xingou pelo choro do filho de um ano

Paciência é uma qualidade que está se extinguindo na sociedade atual e gerando polêmicas abertas.
Um morador do Rio de Janeiro perdeu completamente a paciência com o choro insistente de um bebê de um ano na madrugada do dia 20 de agosto. O pai do bebê, irritado e chateado com o comportamento alterado do vizinho, escreveu uma carta de resposta que foi exposta no mural do condomínio em que vivem.
Segundo o pai da criança, o bebê acordou assustado e demorou para se acalmar, o que é característico da maioria dos bebês e pediu desculpas e compreensão aos outros moradores.

Ao vizinho impaciente ele escreveu:
“Gostaria de me dirigir a uma pessoa em especial, que por duas vezes gritou na janela coisas do tipo:
Essa criança não vai parar de chorar? e ninguém vai pegar essa criança?… da próxima vez que algo dessa natureza acontecer, em vez de se esgoelar grosseiramente na janela, incomodando ainda mais os outros moradores, faça o favor de me interfonar… Terei o maior prazer em explicar que ninguém nesse mundo, gostaria mais que meu bebê de um ano parasse de chorar do que eu e a mãe dele… devido à grandiosidade do seu egoísmo, e a pequenez da sua humanidade, talvez você não seja capaz de morar em um condomínio…”

Leia a carta na integra:

blog-a-gestante-vizinho-xinga-pai-de-bebe-que-chorou-madrugada

Leia Mais

Foto de mãe mostrando a cicatriz da cesárea faz sucesso!

blog-a-gestante-mae-cesárea

No último dia 11 de agosto a fotografa Helen Carmina compartilhou em sua página no facebook uma foto com uma história emocionante.

A mãe, que preferiu permanecer anônima, solicitou que Helen, que havia acompanhado e registrado toda a gravidez, fizesse a foto acima, que mostra o bebê dormindo confortavelmente sobre as pernas da mãe e em evidencia está a cicatriz da cesárea, feita de emergência para salvar a vida do bebê.

Helen Carmina é especializada em fotografar mulheres grávidas e recém-nascidos e em sua página no facebook ela explicou a história desta mãe.

Helen disse que a sua cliente estava nervosa com a possibilidade de ter que realizar uma cesárea, pois sua vontade sempre foi fazer parto normal. Porém ao entrar em trabalho de parto, as coisas não saíram conforme ela havia planejado e a cesárea foi obrigatória para que tanto a mãe quanto o bebê saíssem com vida.

A foto foi tirada 3 dias após o parto e hoje ela possui 200.000 curtidas, 60.000 compartilhamentos e 28.000 comentários.

Helen atribuiu a seguinte legenda para a foto:
“Eu não esperava esta imagem fosse chegar tão longe. Eu fotografei esta gravidez há duas semanas e ela estava me dizendo como ela estava apavorada de ter que fazer uma cesárea. No fim de semana, ela entrou em trabalho de parto, mas teve que fazer uma cesárea de emergência depois de perder muito sangue. Ela me pediu para vir esta manhã e tirar esta foto em particular para registrar como seu pior pesadelo se tornou o que salvou sua vida e a de seu filho.”

Leia Mais

Vídeo mostra a expectativa x realidade da criação dos filhos!

O canal do youtube Story of This Life é conhecido por produzir vídeos engraçados e verdadeiros sobre a saga da maternidade.

O vídeo “Quando nós formos pais” mostra a expectativa x realidade, quando o assunto é a criação dos filhos.

Impossível não se enxergar em algumas situações citadas no vídeo, que trata o assunto com bom humor e dá um tapa na realidade de toda família.

Afinal, quem nunca se pegou pensando “Meu bebê NUNCA fará tal coisa”. E é esse o trunfo do vídeo, que mostra situações para lá de engraçadas e totalmente verdadeiras que os pais passam, com alguma dramatização é claro!

Assista o vídeo:

Leia Mais

Os perigos da soneca no bebê conforto!

blog-agestante-loja-virtual

Estudo que investigou 47 mortes de bebês e crianças menores de 2 anos revelou que 52% dos óbitos foram causados por estrangulamento no cinto de segurança.

Uma das artimanhas mais utilizadas pelos pais para fazer os bebês dormirem pode ser um perigo. Os especialistas chegaram a conclusão de que mesmo sendo imprescindíveis para manter a segurança do seu filho quando o carro está em movimento, estes assentos não foram projetados para o sono dos bebês.

O objetivo do estudo é sinalizar aos pais a importância de que as cadeirinhas e o bebê conforto sejam utilizados apenas nos locais para os quais foram projetados, evitando o uso dentro de casa.

Como os assentos destes equipamentos são curvos, a criança pode ter uma asfixia posicional e quanto mais nova e menor for o bebê maior a chance disso acontecer, por isso a atenção é tão necessária.

Mas não esqueça,  as cadeirinhas de carro são obrigatórias e previnem óbitos em acidentes. Nos Estados Unidos, por exemplo, onde há pesquisas extensas sobre o assunto, o uso das cadeirinhas diminuiu em 70% o número de mortes de crianças até 4 anos em caso de acidentes de trânsito.

Então a dica é: Nunca deixe o bebê tirar um cochilo no bebê conforto ou na cadeirinha após retirá-lo do carro. Os assentos são feitos e projetados para proteger o seu bebê em caso de acidentes de trânsito e só isso. Na hora da soneca, transfira o seu bebê para o berço ou superfície adequada para o sono.

Leia Mais

amamentacao2

ESPECIAL DE PÁSCOA: Quem está amamentando pode comer chocolate?

amamentacao2

A páscoa chegou e com ela a dúvida: Mamães que estão amamentando podem comer chocolate sem culpa?

Podem sim. Claro que, sem exageros e observando o comportamento do bebê.

A recomendação, segundo especialistas, é que você não ingira mais que 400gr por dia. Pois após essa quantidade pode haver problemas de irritabilidade, agitação e cólicas no bebê.
E não fique pensando que 400gr é pouco não! Essa quantidade equivale a 2 barras grandes.

Vamos apenas lembrar que os comportamentos mudam de criança para criança, por isso o mais importante é fazer testes de consumo. Comece com um pedacinho e vá observando as reações do bebê a cada mamada. Vá aumentando aos poucos até chega na quantidade que você considera ideal para seu consumo. Se o bebê não apresentar nenhum tipo de “efeito colateral”, pode comer sem preocupações.

Mas tem uma dica que pode parecer bobagem, mas funciona: Nunca coma chocolate de estomago vazio. Procure fazer uso da guloseima após as refeições, como sobremesa e se possível e for do seu gosto, opte pelos chocolates amargos ou meio amargos.

Leia Mais

808ce0878201512812fcb860d81728ee

Dicas para manter o bebê confortável no calor

 

O outono já chegou, mas em muitas regiões o calor ainda vai demorar para dar trégua, por isso saiba como proteger o seu bebê do calor com dicas simples.

  • Evite roupas sintéticas e dê preferência para o algodão, pois ele deixa a pele do bebê respirar e é mais leve.
  • Os pediatras não recomendam que você utilize protetor solar pelo menos até os 6 meses do bebê, por isso invista em chapéus, bonés e nunca deixe o bebê por um longo tempo exposto ao sol. A pele do bebê é muito delicada e sofre queimaduras com muita facilidade.
  • Das 10h às 17h evite ficar no sol. Prefira ficar em casa ou sob a sombra de alguma proteção.
  • Deixe o carrinho e o berço livres de colchas, travesseiros, protetores de berço e tudo que possa esquentar o ambiente ou prejudicar a circulação de ar.
  • Se possível deixe o bebe peladinho por um tempo, sem fraldas ou roupas. Mesmo sendo de boa qualidade a fralda esquenta muito a pele do bebê e em dias muito quentes pode provocar assaduras. Se você conseguir deixar o bebê pelado por algum tempo você deixará com que a pele do bebê respire e isso será de grande ajuda.
  • No caso de bebês pequenos, amamente o bebê mais vezes, para que ele possa ficar hidratado. Bebês de menos de 6 meses que mamam no peito não precisam tomar água, mesmo no calor. Estudos já mostraram que, desde que os bebês sejam amamentados quando pedem, eles não ficam desidratados. No caso de crianças maiores dê água frequentemente.
  • Evite utilizar óleos, cremes e talcos no bebê nos dias de muito calor, passe apenas a pomada contra assaduras e deixe de lado todo o resto.

Com essas dicas simples você verá a diferença no conforto do seu bebê.

Leia Mais