Governo proíbe propaganda de alimentos infantis, para incentivar a amamentação!

blog-gestante-aleitamento

A partir de novembro de 2016, uma no após a publicação do decreto, não será mais permitida publicidade de produtos como papinhas, leites artificiais e até mesmo de mamadeiras. O decreto visa incentivar a amamentação eliminando propagandas de alimentos que sejam prejudiciais a este fim.

O decreto restringe ainda descontos e promoções deste tipo de alimento em supermercados. Não serão permitidas embalagens com fotos, desenhos e outros que induzam a utilização.
As embalagens terão que ser ainda mais específicas sobre idade correta para consumo, destaque sobre risco da má utilização e instruções para uso correto.

A legislação também determina que no caso de chupetas, mamadeiras e bicos, sejam informados os prejuízos ao aleitamento materno. “Também é proibida a atuação de representantes comerciais nas unidades de saúde, salvo para a comunicação de aspectos técnico-científicos dos produtos aos pediatras e nutricionistas”.

O Decreto 8.552/2015, que regulamenta a Lei 11.265/2006, foi assinado no dia 3 pela presidente Dilma Rousseff na 5ª edição da Conferência Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional.

Leia Mais

53da640ace2196a75abae2c2c36ed5d5

5 mitos sobre amamentação

53da640ace2196a75abae2c2c36ed5d5

A amamentação é uma das maiores preocupações das futuras mamães. Milhares de perguntas surgem e na maioria das vezes você acaba criando monstros na sua cabeça e a realidade é que muitos mitos não passam disso mesmo, mitos.

Vamos desmitificar alguns deles agora mesmo:

1: Amamentar faz o peito cair?

Esqueça, não é a amamentação que faz com seu peito caia. A genética é a grande responsável por essa modificação dos seios. Se sua mãe ficou com os seios flácidos após a gestação você tem mais chances de também ficar. Outro fator que influencia nesta questão é o numero de gestações. Quanto mais gestações você tiver, mais a sua pela vai esticar e o processo de voltar para o lugar após o período de amamentação fica prejudicado.

2: Amamentar dói?

Não. E se estiver doendo é porque há algo errado e os motivos podem ser diversos. Nas duas primeiras semana é comum sentir um desconforto no mamilo, mas nunca uma dor insuportável. Ainda no hospital, peça auxílio das enfermeiras caso você esteja sentindo dor, elas irão avaliar a “pega” do bebê e outros fatores que podem estar levando o ato de amamentar a ser uma tortura e não um prazer para você.

3: O que é a “pega” certa que todo mundo fala?

A pega correta é quando o bebê abocanha toda a sua aureola, de boca bem aberta, com o lábio inferior virado para fora e o queixo tocando a mama.

4: Consumir café durante a amamentação deixa o bebê agitado?

Fato comprovado e não é só o café. Alimentos como chocolate, chá preto, chimarrão e chá verde devem ser evitados pelas mamães que amamentam.

5: Devo lavar os seios antes de cada mamada?

Não e além disso você deve evitar passar produtos que possam ressecar o mamilo. Sabonetes e cremes são proibidos e não é recomendado que você esfregue o mamilo na toalha e nem que passe esponjas ou buchas. Deixe-os naturais e conte com o próprio leite para lubrificar a área e hidratar.

Leia Mais

amamentacao2

ESPECIAL DE PÁSCOA: Quem está amamentando pode comer chocolate?

amamentacao2

A páscoa chegou e com ela a dúvida: Mamães que estão amamentando podem comer chocolate sem culpa?

Podem sim. Claro que, sem exageros e observando o comportamento do bebê.

A recomendação, segundo especialistas, é que você não ingira mais que 400gr por dia. Pois após essa quantidade pode haver problemas de irritabilidade, agitação e cólicas no bebê.
E não fique pensando que 400gr é pouco não! Essa quantidade equivale a 2 barras grandes.

Vamos apenas lembrar que os comportamentos mudam de criança para criança, por isso o mais importante é fazer testes de consumo. Comece com um pedacinho e vá observando as reações do bebê a cada mamada. Vá aumentando aos poucos até chega na quantidade que você considera ideal para seu consumo. Se o bebê não apresentar nenhum tipo de “efeito colateral”, pode comer sem preocupações.

Mas tem uma dica que pode parecer bobagem, mas funciona: Nunca coma chocolate de estomago vazio. Procure fazer uso da guloseima após as refeições, como sobremesa e se possível e for do seu gosto, opte pelos chocolates amargos ou meio amargos.

Leia Mais